O reboot da famosa franquia escrita por Tom Clancy, conhecido por livros de espionagem, chega aos cinemas na próxima sexta feira, dia 7 de Fevereiro.
 
No filme, Estados Unidos e Russia estão em um impasse político por conta do monopólio de gás natural nas mãos do governo russo. Enquanto isso Jack Ryan precisa ir a Moscou visitar um cliente, que esconde contas bancárias, para uma possível auditoria. Ao chegar lá é surpreendido por sua equipe. Jack deixa de ser um analista e se tornar um agente operacional.
 
Ao ler essa sinopse o filme parece interessante, certo? Pois é, mero engano! Previsível demais, o filme é facilmente desvendável! Em momento algum, o espectador é surpreendido.
 
“Operação Sombra: Jack Ryan” é o inicio da trilogia “Caçada ao outubro vermelho” (1990), dirigido por John McTiernan e estrelado por Sean Connery; “Jogos patrióticos” (1992) e “Perigo real e imediato” (1994), ambos protagonizados por Harrison Ford.
 
Em 2002, entra em cartaz “A Soma de Todos o Medos” protagonizado por Ben Affleck, que se trata deste mesmo reboot, que portanto foi ignorado por esse novo filme.
 
O autor deve estar se remexendo no túmulo com esse rebbot, mal aproveitado. A começar pelo roteiro mal adaptado, o personagem de Keira Knightley mal desenvolvido, as atuações medianas de todo o elenco , Efeitos Especiais e cenas de ação que são pouquíssimos e não trazem nada de novo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here