Baseado no livro de Nelson Motta, o filme conta a trajetória do cantor do Soul brasileiro, um caminhão chamado Tim Maia que de fato atropelou a vida da música brasileira com grandes sucessos.

Estamos diante de uma cinebiografia romanceada narrada por Fabio (interpretado por Cauã Reymond, também produtor do filme), um cantor amigo de Sebastião Rodrigues Maia.  A vida e a arte de Tim Maia, um músico de criatividade avassaladora e temperamento explosivo que transformou a música brasileira com doses irresistíveis de funk e soul.

O filme recria sua trajetória desde a adolescência na Tijuca, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro, onde começou a carreira ao lado de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, passando por sua temporada em Nova York, onde tomou contato com a música e o movimento negro, até sua explosão, com dezenas de “hits” que o tornaram um dos artistas mais populares e queridos do Brasil.

A montagem do filme favorece a dinâmica da construção do roteiro e da direção de Mauro Lima, tudo em ótima sintonia!

O ator Robson Nunes, que já havia interpretado Tim Maia no especial Por Toda a Minha Vida, da Tv Globo, viveu o cantor na fase jovem no filme, enquanto Babu Santana o  interpreta na fase mais velha.

Foram dois meses de preparação para a composição do personagem. Robson e Babu entraram juntos nesse projeto desde a pesquisa à última cena, (a maquiagem de Babu levava cerca de uma hora e meia para ficar pronta). Alias, a caracterização de todos os personagens é impecável junto com a direção de arte que também é um  primor à parte.

A trilha sonora que nos embala do começo ao fim, é capaz de nos emocionar a cada timbre. Robson Nunes ainda acrescenta que a música contagia de fato, é impossível não se emocionar e cantar junto.

Num clima de descontração, Babu ainda  confessou que passou de admirador do cantor, à um fã condicional dele. O ator conta que aprendeu a ouvir o cantor por conta do pai, um grande fã, que sempre que podia cantava na churrascaria que trabalhou.

Em clima de muito humor, a coletiva rendeu muitas risadas. Todos muitos simpáticos e solícitos.

Filmado entre sete e oito semanas, a biografia de Tim Maia contagia. São duas horas e vinte minutos mostrando como Sebastião Rodrigues Maia quis viver.  Tanto a música, como a a vida do genial cantor é convidativa para esse espetáculo capaz de emocionar e arrepiar o espectador.

“O caminhão que atropelou a vida,  tem meu nome na placa”, Tim Maia.

Bom filme!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here