O Museu do Meio Ambiente recebe, de 11 de Abril a 1º de Maio, a exposição “Linhas, traços e outras buscas” da fotógrafa Erika Tambke, que reúne imagens de várias épocas da Lagoa Rodrigo de Freitas e bairros ao redor.

Na abertura da mostra acontece também o lançamento do livro “A Fazenda Nacional da Lagoa Rodrigo de Freitas na formação de Jardim Botânico, Horto, Gávea, Leblon, Ipanema, Lagoa e Fonte da Saudade”, com direito a palestra e bate papo com os autores Carlos Barata e Claudia Gaspar. A publicação é da Cassará Editora.

A exposição tem três partes. Na primeira, as fotografias impressas em “fine art” se relacionam com os dias de hoje. Já a cianotipia, ou cianótipo, processo de impressão em tons azuis, muito utilizado durante os séculos XIX e XX devido ao baixo custo para copiar desenhos e diagramas, representa o período de criação e expansão da Fazenda Nacional. Na terceira parte, são projetadas imagens do livro, como pinturas e outros registros de diferentes momentos históricos.

Erika Tambke é mestre em Cultura Visual pelo Birkbeck College (University of London) e professora de fotografia do Senac/RJ. Entre seus trabalhos anteriores, destaca-se a exposição Joy’n’Carnival, apresentada em Londres.

Serviço:
Exposição “Linhas, traços e outras buscas: da Fazenda Nacional à Lagoa” de Erika Tambke
Local: Museu do Meio Ambiente
Aberta para visitação: 11 a 1° de Maio
Entrada gratuita

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here