dog-eat-dogBaseado no livro de mesmo nome, Dog dead Dog  escrita por Edward Bunker conta a história de como os amigos e ex-presidiários Troy (Nicolas Cage), Mad Dog (Willem Dafoe) e Diesel (Christopher Matthew Cook) estão desesperados atrás de algum dinheiro, quando um mafioso mexicano os chama para um trabalho muito suspeito, o trio aceita mesmo sabendo dos riscos. Tudo o que eles precisam fazer é sequestrar o filho de um trapaceiro que está passando a perna no mafioso. Quando o sequestro dá errado, terminando em uma morte, eles viram párias no submundo do crime, se tornando os fugitivos mais procurados de Los Angeles. Mas eles juram que, custe o que custar, jamais voltarão para a cadeia.

Troy (Nicolas Cage em atuação automática, não surpreende) é o que tem a cabeça no lugar, se assim podemos dizer, cabe a ele liderar o trio e condizentemente o enredo, já que o fio da meada está em seu personagem. Cabe a Dafoe brilhar em cena no papel de um ex- presidiário Mad Dog, um drogado e completamente louco em busca de redenção.

Com uma trama surrealmente transgressora dirigida por Paul Shrader (roteirista de Taxi Driver, Touro Indomável) que traz referências a sua obra no roteiro e na estética com um certo ar noir e psicodélico, Dog dead Dog é no minimo um longa de difícil digestão.

Em cartaz na Mostra: Midnight Movies.

1 Comentário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here