e-apenas-o-fim-do-mundoApós 12 anos distante, um escritor retorna a sua cidade natal para contar à família sobre sua morte iminente. Mas o ressentimento logo altera seus planos para aquela tarde, dando lugar a rixas que alimentaram e ainda alimentam solidão e dúvidas, enquanto todas as suas tentativas de empatia são sabotadas pela incapacidade das pessoas em ouvir e amar.

Adaptação de uma peça teatral homônima de Jean-Luc Lagarce, É apenas o fim do mundo apresenta um reencontro familiar que dura menos de um dia, onde o silêncio entre os personagens e as discussões vazias parecem torna-lo um grande estorvo a todos, lembrando em muito a obra de Polanki, Deus da Carnificina.

Com um roteiro inquietante, diálogos emocionantes e uma Fotografia que traduz o momento familiar, Xavier Dolan ( Eu Matei a Minha Mãe , Tom na Fazenda e Mommy) utiliza de closes claustrofóbicos, fugindo da linguagem teatral, assim deixando sua marca no filme. Porém os personagens não são interessantes o suficiente, mesmo com um elenco estelar (Léa Seydoux, Marion Cotillard e Vincent Cassel).

Em cartaz na Mostra:Panorama do Cinema Mundial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here