o-vendedor-de-sonhosBaseado no livro de autoria do escritor Augusto Cury, O Vendedor de Sonhos,  maior sucesso editorial nacional da década que já foi traduzido em mais de 60 idiomas chega aos cinemas dirigido por Jayme Monjardim (O Tempo e o Vento, Olga).

O filme conta a história de um renomado psicólogo que está prestes a cometer suicídio por conta de problemas pessoais, quando é resgatado pelas palavras do mais improvável dos seres: um mendigo, conhecido como “mestre”. Apresentando-se como um vendedor de sonhos, o Mestre oferece a Júlio César um dos seus mais preciosos bens – o sonho de recomeçar. Abalado e perdido, o suicida relutantemente desiste de suas intenções e aceita o convite daquele homem intrigante para segui-lo e uma surpreendente jornada pela cidade.

Durante a projeção conhecemos também, através de flashbacks, como foi que o Mestre se tornou um andarilho. Cruzando a cidade (com locações em São Paulo e no Rio de Janeiro) novos personagens vão adentrando a história com o intuito de torna-la mais edificante. O Vendedor de Sonhos É uma história sobre auto-estima, valorização do ser humano e aposta na capacidade que temos de nos superar.

A linguagem que o diretor escolheu pra passar as questões filosóficas do filme foi muito boa, mesmo com referencias novelescas, mas não deixa de ser uma obra bonita e edificante sobre a importância da vida e do que valorizamos.

Mesmo com um final clichê (o intuito do filme é esse), os diálogos são bonitos e emocionantes. Assim como Julio Cesar, muita gente vive em uma gaiola emocional. Escravo das circunstancias da vida, não consegue encarar as dificuldades a sua frente, assim busca o suicido como solução, porém, ao ser resgatado pelas palavras do “Mestre” começa a ver a sua vida com outros olhos ao viver novas experiencias

O filme ainda faz uma crítica forte ao capitalismo e a sociedade consumista.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here