Em cartaz com a peça Martinho 8.0 , baseada no livro “Memórias Póstumas de Teresa de Jesus”, com curadoria de Cléo Ferreira, esposa do sambista, Nill Marcondes dá vida à Martinho da Vila, nos palcos. Caberá aos atores Victor Hugo, Junior Vieira interpretar Martinho da Vila, nas fases criança, jovem respectivamente. Confira abaixo nossa conversa com Nill Marcondes sobre Martinho Vila.

 Como foi o processo de construção de Martinho da Vila como personagem, você teve contato com ele durante a pesquisa?
Nill Marcondes – Com certeza, o contato com ele foi muito importante para a minha preparação. Eu já conhecia um pouco da história desse gênio, que é Martinho da Vila, mas assim que recebi a notícia, comecei a estudar a pessoa, como ele se porta, o jeito de falar, os seus gestos, e tudo que pudesse me ajudar na construção do personagem. Procurei desacelerar em tudo que faço e na forma de falar e assisti muitas entrevistas dele.

A peça pontua os principais fatos da vida de Martinho, incluindo em alguns momentos algumas projeções desses momentos. É impressionante como a sua caraterização e atuação, se transforma em Martinho. É uma responsabilidade e tanto, como tem sido para você essa relação?
Nill Marcondes – Olha é uma relação que cada vez mais vai se fortalecer! Quanto mais o tempo passar, vou me aproximar mais desta história.

Serei apenas um dos contadores dessa linda história, que é e foi a vida dele. A primeira coisa que fiz, foi desacelerar em tudo que faço e na forma de falar, tenho assistido muitos vídeos de entrevistas dele.

Os atores Victor Hugo, Junior Vieira interpretam Martinho da Vila, nas fases criança e jovem, respectivamente. Como vocês trabalharam essa interação?
Nill Marcondes – Tive um pouco mais com o Junior nos detalhes, gestos e algumas palavras, mas é um ritmo diferente. Estou também fazendo um trabalho específico funcional e aeróbico para perder peso e tônus muscular. A minha expectativa é que tenhamos um espetáculo cheio de cumplicidade, boas lembranças, amor e muita alegria.

A peça é muito respeitosa com relação à vida dele, pouco se fala na família. Martinho da Vila 8.0 tem uma abordagem simples e limpa em cena. A peça não usa de grandes recursos visuais. A peça tem intenção de levar o teatro de raiz para os palcos?
Nill Marcondes –Sim a ideia é realmente de um texto teatral com intervenções de vídeo e música.

 Além de músico, Martinho já lançou muitos livros. Martinho é letrado, de grande inteligência e com um posicionamento politico social atuante. Qual é o tamanho de sua importância na luta contra o racismo?
Nill Marcondes – A minha importância está em justamente ter escolhido esta profissão e ter vencido! Como profissional, sei de várias pessoas, homens e mulheres com quem já encontrei e que me têm como exemplo. E graças a Deus, tem uma carreira construída com muito alicerce e suor próprio.

É no mínimo curioso o fato de Martinho ter nascido justamente no carnaval. Hoje ele é considerado um grande símbolo do samba, o que você acha disso?
Nill Marcondes – É curioso mesmo! Acredito que os céus queriam celebrar a vinda dele, da importância que ele teria para o samba e para a comunidade negra. Acredito que depois do espetáculo, as pessoas poderão saber um pouco mais da origem deste gênio (pois é assim que eu o vejo depois de ter conhecido melhor a sua história), e o quanto foi importante a relação dele com seus pais. E ter nascido no carnaval foi só pra fortalecer a sua importação. Axé!

FOTOS: CRISTINA GRANATO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here