Sempre Em Frente faz um paralelo entre cinema e a psicanálise.

Sempre Em Frente
Foto: Julieta Cervantes

O que é considerado normal? O que é considerado excêntrico? Aliás, qual é o limite entre o certo e errado?  Sempre Em Frente aborda todas essas questões durante o reencontro de um tio e seu sobrinho.

Com muita delicadeza, Sempre Em Frente traz Joaquin Phoenix, Gaby Hoffmann e Woody Norman (em incríveis atuações) em um filme sobre relações humanas. Aparentemente, não se trata do olhar psicanalítico de Freud ou Lacan, mas sim, de uma experiencia imersiva sobre o que é ser humano.

Realizado em preto e branco, Sempre Em Frente aborda o reencontro de Johnny (Joaquin Phoenix) e o seu sobrinho Jesse (Woody Norman). Ambos são obrigados a estabelecerem uma relação tardia, enquanto Viv (Gaby Hoffmann) precisa lidar com questões pessoais. A partir dai, a relação entre tio e sobrinho começa a ser construída. Sempre Em Frente é, certamente, um filme transformador! Quando passam a conviver um com o outro, inesperadamente, o olhar afetivo entre eles começa a surgir.

O diretor Mike Mills fala de resiliência em uma história profundamente delicada e comovente sobre as conexões entre adultos e crianças. Entre passado e o futuro, será que a metáfora do preto e branco seria verdadeira? A vida seria mesmo colorida? Cabe a quem decidir?

Coube a Sigmund Freud descobrir o método cientifico que nos permite estudar o inconsciente, onde a principal tarefa do inconsciente é compreender a própria mente. Enquanto Lacan usa da “metáfora do espelho”, sobre a constituição do Eu, apontando para o fundamental papel do Outro neste processo. Em Sempre Em Frente, vemos a junção de suas ideologias se interligarem. A metáfora no filme não possui apenas funções estéticas e retóricas, mas também cognitivas.

Apontado pela crítica como possível candidato ao Oscar 2022, Sempre Em Frente vem colecionando diversas nomeações e prêmios. Além disso, recentemente, o filme recebeu indicações aos prêmios de Melhor Filme, Melhor Roteiro e Melhor Direção no Film Independent Spirit Awards e de Melhor Ator Coadjuvante no BAFTA.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here