Como nossos pais [Como nossos pais, Brasil, 2017], de Laís Bodanzky Gênero: drama. Elenco: Maria Ribeiro, Clarisse Abujamra, Paulo Vilhena.

Rosa é uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações: como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Quanto mais tenta acertar, mais tem a sensação de estar errando. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma supermulher sem falhas nem vontades próprias. Rosa vê-se submergindo em culpa e fracassos, até que em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma.

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/ais-bodansky-aborda-um-drama-familiar-e-filosofico-sobre-a-vida-em-como-nossos-pais/

David Lynch – a vida de um artista [David Lynch – The Art Life, Estados Unidos, Dinamarca, 2016], de Jon Nguyen, Rick Barnes . Gênero: documentário. Elenco: David Lynch.

Da sua criação idílica em uma pequena cidade até as sombrias ruas da Filadélfia, acompanhamos David Lynch pelos acontecimentos que moldaram o seu enigmático cinema. O documentário infunde Lynch em sua própria arte, sua música e seus primeiros filmes, lançando luz nos cantos escuros de seu universo, dando ao público uma melhor compreensão do cultuado diretor enquanto homem e artista.

150 Miligramas [ La Fille de Brest, França, 2017], de Emmanuelle Bercot . Gênero: drama. Elenco: Sidse Babett Knudsen, Benoît Magimel, Isabelle De Hertogh.

Em um hospital em Brest, na França, uma pneumologista estabelece uma ligação direta entre mortes suspeitas e o consumo de Mediator, um medicamento que está no mercado há 30 anos. Do começo em segredo até o frenesi da mídia em torno do caso, essa história no estilo Davi versus Golias, diretamente inspirada na vida de Irène Frachon, tem seu clímax em uma vitória pela verdade

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/150-miligramas-um-filme-contra-o-sistema-da-industria-farmaceutica/

O acampamento [Killing Ground, Austrália, 2017], de Damien Power Gênero: thriller. Elenco: Aaron Glenane, Stephen Hunter, Mitzi Ruhlmann.

Ian e Samantha viajam para relaxar alguns dias num parque natural. O casal encontra um acampamento isolado com apenas um carro e uma barraca vazia. À medida que anoitece e ninguém retorna, os dois passam a se preocupar. E quando descobrem uma criança vagando pela floresta, eles mergulham numa terrível cadeia de acontecimentos, que vai levá-los até o seu limite.

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/o-acampamento-utiliza-dos-velhos-cliches-de-filmes-de-terror/

Atômica [Atomic blonde, Estados Unidos, 2016], de David Leitch . Gênero: ação. Elenco: Sofia Boutella, Charlize Theron, James McAvoy.

Charlize Theron interpreta Lorraine Broughton, uma agente disposta a enfrentar qualquer desafio e a usar todas as suas habilidades para sobreviver à uma missão impossível. Após a queda do muro de Berlim, a assassina mais brutal do MI6 é enviada a cidade para recuperar um dossiê de valor inestimável. Ela se une ao chefe da estação local, David Percival (James McAvoy) e se envolve em um jogo letal de espiões.

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/atomica-as-multiplas-facetas-de-charlize-theron/

Dupla Explosiva [The Hitman’s Bodyguard, Estados Unidos, 2016], de Patrick Hughes . Gênero: ação. Elenco: Ryan Reynolds, Samuel L. Jackson, Elodie Yung.

Um guarda-costas de elite, que só trabalha para os clientes mais seletos do mundo, descobre que terá um novo cliente: um assassino de aluguel que ressurgiu das cinzas, com quem costumava se estranhar no passado. Apesar do ódio mútuo, eles terão 24 horas para viajar de Londres para a Holanda, enquanto são perseguidos pelos agentes de um ditador do Leste Europeu.

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/entretenimento-de-qualidade-em-dupla-explosiva-com-muito-tiro-porrada-e-bomba/

Os Guardiões [Zashchitniki, Rússia, 2016], de Sarik Andreasyan . Gênero: ficção científica. Elenco: Valeriya Shkirando, Alina Lanina, Sanzhar Madiyev.

Durante a Guerra Fria, uma organização chamada “Patriotas” criou um esquadrão de super-heróis que incluía diversos membros da União Soviética. Por anos esses heróis tiveram que esconder suas identidades, mas agora eles terão que se revelar!

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/andrei-gavrilov-recria-os-herois-da-marvel-em-versao-russa-em-os-guardioes/

Emoji – O filme [The Emoji Movie, Estados Unidos, 2016], de Anthony Leondis Gênero: animação. Elenco: T.J. Miller, James Corden, Anna Faris. 3D.

O  filme desbloqueia o nunca antes visto mundo dentro do seu celular. Escondida na aplicativo de mensagens de texto está Textópolis, uma vibrante cidade onde seus emojis favoritos vivem e trabalham. Nesse mundo, todos os emojis tem apenas uma função – menos Gene, um emoji exuberante que está explodindo com múltiplas expressões. Quando um defeito ameaça a existência do próprio celular, Gene se alia a seu sempre pronto melhor amigo Bate-Aqui e a lendária emoji decodificadora Rebelde para tentar impedir a destruição iminente. Juntos, esses 3 amigos embarcam em uma épica aventura através do celular, para salvar seu mundo antes que ele seja deletado para sempre.

Critica: https://rotacult.com.br/2017/08/animacao-sobre-emojis-chega-aos-cinemas/

Entrelinhas [The Unattainable Story, Estados Unidos, 2017], de Emilia Ferreira Gênero: drama. Elenco: Irina Björklund, Harry Hamlin, Edoardo Ballerini.
Durante a noite de estreia de um espetáculo teatral que retrata conflitos entre o amor e o trabalho, Skene, o diretor controlador da montagem, tem uma epifania sobre o processo de realização da peça.

Enquanto reflete sobre sua parceria com Jaqueline, vulnerável e elusiva dramaturga, percebe que, de fato, nunca esteve no controle da produção. Pelo contrário, ele foi manipulado por Jaqueline para que tudo saísse como ela queria, de maneira a estimular a criatividade da escritora.

A linha entre a vida real e a fantasia se confunde, enquanto o diretor começa a suspeitar que ele também pode ser um personagem da história lutando com suas questões existenciais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here